Melhores praticas com Windows Server 2016 e 2019 no Vmware

Olá amigos, tudo bem?

Recentemente passamos por uma situação na qual tivemos que envolver tanto a engenharia da Vmware como fabricante de Hardware e engenharia da Microsoft.

Servidores rodando Windows Server 2019 e 2016 entrava em congelamento seguido de tela azul. Depois de quase um mês em trabalho em conjunto com todos os fornecedores chegamos a conclusão que o problema é a soma de varias boas praticas que precisavam ser adotadas no Windows.

Primeiro trabalho com o fabricante de Hardware e Vmware foi descartar qualquer problema vindo do SAN, Storage ou Servidores utilizados, vale apena comentar que o problema acontecia em clusters diferentes com modelos de servidores diferentes. Apos todos os meios físicos validados partimos para validação do SO juntamente com a Microsoft e o fabricante do Hardware, aonde foi encontrado o log do Windows que no momento do congelamento apresentava BugCheck .

Interessante comentar que no Vmware não gerava nenhum log de erro ou problema, a Vmware estava conectada no ambiente e não visualizava problema que poderia causar aquele sintoma.

Nesse momento começamos a identificar que existia updates e ajustes do lado do Vmware quanto da Microsoft como:

Executar o Windows Update nas VMs e garantir que o kb4550969 foi aplicado.
https://support.microsoft.com/en-us/help/4550969

Atualizar o VMware Tools para a versão mais recente.
https://docs.vmware.com/en/VMware-Tools/11.0.0/com.vmware.vsphere.vmwaretools.doc/GUID-B632D26F-410A-43C9-9BFD-21EBB21DE397.html

Verificar as propriedades das VMs e garantir que o VBS (Virtualization-based Security) está ativado.
https://docs.vmware.com/en/VMware-vSphere/6.7/com.vmware.vsphere.security.doc/GUID-84BDD44A-0588-492D-A312-A2648BEBA12C.html

Configurar as VMs para usar o Paravirtual controller conforme descrito no artigo abaixo:
https://kb.vmware.com/s/article/1010398

Utilizar adaptador de rede Vxnet3 (mais performático e não é emulado)
https://kb.vmware.com/s/article/1001805?lang=pt_PT

Outro ponto muito importante foi a remoção do Snapshot, mas porque? Muitos clientes pensam que Snapshot é backup, porem ele pode causar mais problema para a vm do que gerar segurança.
Por boa pratica uma maquina de produção ligada pode ter um snap de no máximo 72 horas, e isso não era uma verdade pois tínhamos clientes com snap maior de três meses.
Se o backup é necessário deve ser usado alguma ferramenta especifica como Veeam ou outros players com a finalidade de backup.

Deixo abaixo a KB sobre as melhores praticas que foram comentadas a cima de SnapShot.
https://kb.vmware.com/s/article/1025279?lang=pt_PT

Por entregarmos o Vmware Cloud para os clientes tivemos que adotar o bloqueio do deploy por ISO e adotar o template seguindo as melhores praticas, com isso não tivemos nenhum problema de congelamento que antes era frequente .

Essa documentação do Vmware é muito boa para ajudar a seguir as melhores praticas e performance do ambiente.

https://www.vmware.com/content/dam/digitalmarketing/vmware/en/pdf/techpaper/performance/vsphere-esxi-vcenter-server-67-performance-best-practices.pdf

Qualquer duvida fico a disposição. Abraços

Continue Reading

VMware vSphere 7.0

Olá amigos, tudo bem?

Ontem dia 02/04/2020 saiu a nova versão tão aguardada do Vmware Vspher 7.0 juntamente com Vcenter Server e vSan.

Com ele muitas pessoas já estão atualizando seus laboratórios e hosts para estudar a nova versão disponibiliza. Porem achei valido vir falar sobre algumas novidade que achei interessante.

Gestão de atualizações do vCenter Server

Os principais recursos aqui incluem:

  • Notificações do cliente quando uma atualização está disponível.
  • Você pode ver o que a atualização impacta quando realizada.
  • Um verificador de pré-atualização está disponível para realizar uma validação completa na sua atualização.

Um novo validador interno de disponibilidade para verificar se uma versão de especifica do vCenter Server ainda é compatível com todas as suas soluções VMware existentes que estão integradas ao seu vCenter Server.

Achei essa parte muito bacana, principalmente por ter soluções como NSX, VCloud Director , Usage Meter entre outros.

Gerenciador de recursos distribuídos (DRS)

No passado, o DRS era aplicado no nível do cluster, que migrava Máquinas Virtuais a cada 5 minutos, se detectava um desequilíbrio do cluster.

Atualmente, é tudo sobre o aplicativo, portanto, a VMware fez muitas melhorias no DRS para se concentrar mais no aplicativo, e não no host.

Isso resulta em uma alteração na funcionalidade do DRS:

O DRS calcula uma pontuação de DRS da VM com base na capacidade de desempenho da VM. Esse cálculo é centrado na VM, e não no host.
Por exemplo, as métricas da VM são usadas para calcular a pontuação do DRS da VM.

Em resumo, isso significa que uma VM será movida para outro host no cluster, se ajudar no desempenho. Isso contrasta com o modo como funcionava no passado, onde o gatilho está se um host estiver ocupado

vSphere com Kubernetes

Uma das partes que mais esperava era essas novas funções no Vmware.

Nesta arquitetura do VMware vSphere, o VMware essencialmente combinou os recursos do software vSphere tradicional com o Kubernetes. Essa mudança foi fundamental para impulsionar a infraestrutura virtual do vSphere a permitirá que seja igualmente adepto da execução de contêineres e máquinas virtuais.

A nova funcionalidade que permite a integração do Kubernetes não é fornecida por uma VM do cluster como era implantado nas soluções anteriores do vSphere. Faz parte do próprio hypervisor. Além do suporte ao Kubernetes, existem muitos outros ótimos recursos encontrados na versão vSphere 7, incluindo os seguintes:

  • Gerenciamento simplificado do ciclo de vida
  • Recursos de segurança intrínseca
  • Aceleração de aplicativo
Nova Logo do Vmware com Kubernetes

Pensamentos

A VMware nunca decepciona e o vSphere 7 é uma versão na minha opnição que veio para revolucionar com muitos novos recursos excelentes. A VMware focou completamente o vSphere no Kubernetes. Isso atenderá às novas operações de TI e aos desenvolvedores.

O VMware vCenter Server 7 oferece ótimos novos recursos, incluindo perfis do vCenter Server, gerenciamento de ciclo de vida do vCenter Server e muitos outros aprimoramentos no DSR, Vmotion e gestão de rede.

O SDS fica ainda melhor nesta versão. A nova versão do vSAN continuará a simplificar as operações e o gerenciamento do ciclo de vida do vSAN, além de estender os serviços oferecidos nativamente pelo vSAN, como os novos serviços de arquivo.

Por fim , esta é uma excelente nova versão com muitos recursos de última geração para os datacenters.

Qualquer duvida estou a disposição

Abraços

Continue Reading

Erro na instalação do Vmware Vspher no IBM System X3650 M2

Olá amigos.

Recentemente me deparei com um erro na instalação do Vmware Vspher em um servidor IBM X3650 M2, conforme imagem abaixo durante o processo de instalação do Vmware acabava ocorrendo um erro e o processo ficava travado em uma tela preta :

Fiz vários testes removendo as placas adicionais do servidor, discos, memórias e revisando processadores. Porem o erro prosseguia.

Porem a solução está na BIOS, é necessário efetuar o procedimento abaixo:

1 – Acessar a BIOS na inicialização do servidor e abrir o menu “System Settings”

2 – Novamente entrar no menu “Legacy Support”

3 – Por ultimo desabilitar a opção : “Force Legacy on Boot”

4 – Agora basta somente salvar as configurações e reiniciar o servidor.

O processo de instalação deve funcionar sem problemas.

Qualquer duvida estou a disposição, abraços.


Continue Reading

Instalando o Hyper-V no Windows Server 2012 e 2016 via GUI

Olá amigos, satisfação em escrever novamente para vocês.

Hoje veremos como é simples instalar o Hyperv-V no Windows server via GUI.

Antes de criar um ambiente virtualizado, você precisará instalar e configurar a função Hyper-V em seu servidor Windows 2008, Windows 2008 R2, Windows 2012 ou Windows 2012 R2. O procedimento é praticamente o mesmo para todos os sistemas operacionais acima.

Você pode instalar a função através do PowerShell ou com o GUI “Graphical User Interface”. Hoje veremos apenas como ativar via GUI.

Caso queira realizar em powershell segue o link: Instalando o Hyper-V no Windows Server 2012 e 2016 via PowerShell

Vamos iniciar o processo, abra o server manager:

Aqui estão duas maneiras de adicionar as funções e recursos no Server Manager.

Clicar em Add roles and features no painel.
Selecionando Add roles and features no menu suspenso Manage.

Antes de começar, clique em Avançar.

Nesta tela verificamos a instalação que vai iniciar, clique em Avançar.

Note que neste progresso da instalação, definimos se a instalação vai ser no servidor local ou em um servidor remoto. Caso você esteja gerenciando outros servidores Windows remotamente

Em seguida será mostrada a função para ser adicionada ao servidor.

Agora selecione a Role do  Hyper-V para realizar a instalação.

Neste momento não precisamos selecionar nenhum recurso a ser instalado.

Será mostrado informações sobre o processo de instalação, apenas avançamos a instalação.

Agora deve ser selecionado o seu adaptador de rede, interessante lembrar que para o Hyper-v é bacana utilizarmos o NIC Teaming para alta disponibilidade.

No próximo momento temos disponível a opção de aceitar live migration, sempre deixo desabilitado pois esta opção pode ser habilitada após a instalação.

Por default as configurações abaixo não são alteradas.

Receberemos a mensagem que solicita privilegio para reiniciar o computador caso necessário.

Lembre que durante a instalação do Hyper-V seu servidor será reiniciado.

Após o servidor reiniciar, você precisa entrar novamente no Server Manager para ver o progresso da instalação, clique em Fechar quando a instalação estiver concluída.

Processo de instalação sendo executado sem problemas.

Assim que o processo de instalação for concluir o Hyper-V vai estár pronto para ser configurado.

Qualquer problema estou a disposição.

Continue Reading

Instalando o Hyper-V no Windows Server 2012 e 2016 via PowerShell

Olá amigos, satisfação em escrever novamente para vocês.

Hoje veremos como é simples instalar o Hyperv-V no Windows server via PowerShell.

Antes de criar um ambiente virtualizado, você precisará instalar e configurar a função Hyper-V em seu servidor Windows 2008, Windows 2008 R2, Windows 2012 ou Windows 2012 R2. O procedimento é praticamente o mesmo para todos os sistemas operacionais acima.

Você pode instalar a função através do PowerShell ou com GUI “Graphical User Interface”. Hoje veremos apenas como ativar via powershell.

Abra o PowerShell e execute o comando abaixo para determinar o nome da função que você deseja instalar:

Get-WindowsFeature 

Observe que o nome da função que queremos instalar é o Hyper-V

Digite:

Install-WindowsFeature Hyper-v –IncludeManagementTools

Nota: A adição da opção –IncludeManagementTools adicionará as ferramentas de gerenciamento gráfico do Hyper-V, caso contrário você terá que instalar as ferramentas separadamente. Você também pode instalar o recurso RSAT-Hyper-V-Tools para adicionar as ferramentas de gerenciamento gráfico.



Assegure-se de que todas as janelas estejam fechadas e que o trabalho seja salvo. Digite Restart-Computer.


O Hyper-V agora está pronto para ser configurado.

Nas próximas postagens mostraremos com instalar o Hyper-V com o o Gerenciador de Servidores gráficos

Continue Reading